Ginast Academia ao ar Livre - Equipamentos Certificados‎
Clique aqui e envie sua mensagem

Projetos de Praças: Como desenvolver um que atenda toda a comunidade

Quando se planeja fazer um projeto de praça pública, deve-se pensar no bem-estar da comunidade e nas melhorias que ele pode trazer a um ambiente, como também nos custos financeiros e logísticos que serão necessários.

Sabemos que as praças são um ambiente do dia a dia ao qual nós estamos acostumados. Mas apesar de serem comuns, elas não simplesmente surgem sozinhas. É preciso criar um projeto cuidadoso e amigável.

O projeto de uma praça deve ser elaborado levando em conta todos os aspectos do ambiente: acessibilidade, iluminação e segurança, entre outros requisitos para facilitar a aceitação do público.

Se você tem interesse em elaborar um projeto para praças públicas, fique por aqui que daremos dicas valiosas e eficientes. Veja, a seguir, o que é preciso para acertar nesse quesito!

Defina objetivos e diretrizes

O início dos projetos de praça pública não deve fugir de um padrão: é preciso definir a modelagem por meio do terreno disponível e pensar sempre em como ela vai interagir com o ambiente ao seu redor.

Nesse ponto, todos os elementos devem ser considerados. Ou seja, tudo o que circunda a praça tem importância. Assim, a calçada, as ruas, os prédios, as casas e os comércios precisam estar dentro do plano inicial da construtora.

Também é preciso definir tudo o que aquela praça vai trazer: aparelhos de ginástica, playground, pista de skate, espaço de convivência em grupo, enfim, são muitas opções — cada uma com seus benefícios e desafios.

Delimitando os propósitos, será mais fácil definir as metas, levantar os custos, buscar parcerias com empresas relacionados ao projeto, mobilizar a comunidade e estabelecer um plano de ação concreto e relevante ao contexto.

Nesse sentido, é crucial trabalhar incialmente a partir de um diagnóstico situacional, para posterior formalização do plano de ação que envolverá atividades desenvolvidas em curto, médio e longo prazos, detalhando todos as etapas que serão seguidas.

Contudo, é preciso prever também possíveis percalços, principalmente quando se contrata com o poder público ou quando for necessário obter autorização para iniciar as obras, situações que podem atrasar a meta estipulada.

Estabeleça a localização

A localização de uma praça normalmente é definida de acordo com os objetivos de sua construção. Como já foi dito, é necessário considerar tudo o que há em volta do terrenos. Devemos levar em conta as mudanças que esse projeto vai trazer para os moradores e comerciantes do local, por exemplo.

Há muitos espaços que não são bem utilizados em uma cidade — inclusive, alguns não são utilizados para nada. Nesses casos, as oportunidades são vastas e vários projetos de praças podem solucionar e ajudar a melhorar a cidade.

Projetos de Praças: Como desenvolver um que atenda toda a comunidade 1

Por isso, quando definir a localização, é preciso vislumbrar as potencialidades desse projeto, mesmo que a realidade naquele momento não seja a mais esperançosa. Muitas vezes, a elaboração do projeto da praça trará novos rumos para a comunidade.

A localização pode facilitar também a inserção de novos serviços mediante a nova rotina de movimentação de pessoas no espaço, que outrora era pouco observado ou constituía-se ambiente para atividades suspeitas.

Em algumas situações, terrenos baldios ou perigosos são selecionados exatamente para o projeto das praças públicas, com o objetivo de modificar o local, tornando-o um ponto de lazer e convivência entre os moradores e passantes.

Invista no paisagismo

Quando se considera um projeto de praças, é primordial ainda investir tempo e recursos financeiros no paisagismo, para aumentar o interesse do público em conviver no ambiente, que deverá proporcionar sentimentos positivos.

A consultoria de paisagismo deve levar em consideração o tipo de solo e concreto já existentes, as plantas nativas da região, a contaminação potencial por ervas daninhas ou pequenos predadores e as variações climáticas.

O misto do verde com o concreto precisa ser equilibrado, para não pesar o ambiente e garantir um espaço harmônico para convivência. Plantas e flores também devem ser criteriosamente avaliadas quanto à possibilidade de receberem muita chuva ou sol.

Sendo assim, o estudo do paisagismo deve envolver um profissional capacitado, com experiência nos projetos de praças ou áreas afins, que ofereça uma proposta interessante aos usuários

Levante os benefícios

No manual “Espaços públicos: diagnóstico e metodologia de projeto”, Simone Gatti escreveu que “é importante lembrar que não basta projetar uma praça ou um parque”, há muitos outros fatores a serem considerados.

Ela afirma também que “é preciso entender a dinâmica de uma cidade e a vida das pessoas no seu cotidiano, a fim de que os espaços públicos a serem projetados reflitam as necessidades e os anseios dos seus usuários”.

Desse modo, antever como a população vai utilizar o espaço é primário ao iniciar um projeto. Isso vai ajudar a execução e a engenharia da construção, assim como o levantamento correto dos recursos.

No entanto, é fundamental entender como a inserção do projeto de praças públicas trará benefícios para a comunidade mais próxima e mais distantes, de modo a desenvolvê-lo nesse sentido.

Um projeto de praça pode ser um excelente espaço de convivência e da prática de exercícios físicos para idosos, crianças, adultos, ou seja, é um ambiente múltiplo e diverso que estimula atividades que geram saúde, diversão e bem estar.

Academia ao ar livre

Projetos de Praças: Como desenvolver um que atenda toda a comunidade 2

  • O que já não é uma novidade nas praças da cidade de São Paulo, por exemplo, virou agora quase um espaço obrigatório. A academia ao ar livre em espaços públicos são uma ótima opção para quem deseja iniciar a prática de exercícios físicos.

    Os aparelhos costumam variar, mas todos basicamente ajudam no fortalecimento muscular e na ativação das articulações do corpo, de maneira a melhorar a capacidade cardiorrespiratória e reduzir o sedentarismo e o sobrepeso dos usuários.

    A depender de cada caso, o ambiente pode ser voltado à terceira idade. Nessa situação, as academias ao ar livre são uma ótima opção para fazer com que um espaço público seja algo benéfico à comunidade de forma direta.

    Também é possível inserir aparelhos para pessoas com mobilidade reduzida, otimizando a inclusão social e trazendo oportunidades para todos que desejam se exercitar de modo correto e ao ar livre.

    As academias ao ar livre constituem grandes promessas na atualidade, pois são acessíveis à população, sem custo e todos podem se exercitar nos aparelhos destinados ao fortalecimento de músculos do corpo. Também é possível utilizá-las a qualquer hora do dia ou da noite, inclusive aos fins de semana, tornando a prática de atividade física rotineira e saudável.

    Playground

    Nos dias de hoje, em que a tecnologia tem hipnotizado cada dia mais crianças, torna-se fundamental investir em parques infantis ao ar livre para fomentar as brincadeiras e a interação e reduzir o tempo de tela.

    A inserção de playground — seja nos projetos de praças, seja em condomínios — tem proporcionado melhoria na qualidade de vida dos pequenos que precisam gastar a energia acumulada ao longo do dia.

    Felizmente, muitas empresas já conseguem entregar brinquedos de uso individual ou coletivo, para serem instalados com segurança e garantia por meio dos mais diferentes projetos de praças públicas.

    Associar as academias ao ar livre com playground em projeto de praças públicas é uma das propostas mais vantajosas atualmente, pois abarca os interesses da grande maioria das pessoas.

    Além disso, facilita a convivência entre todas as gerações por meio de atividades individuais e coletivas, fomentando eventos maiores para todos da comunidade, que podem reverter um espaço triste e abandonado em algo com vida e potencialidades.

    Invista na segurança

    Os espaços públicos são muito importantes para os cidadãos. Eles são uma forma de percebermos como convivemos como sociedade. Sendo assim, são bens de todos os usuários.

    Aliás, uma praça pública também é um bem para a comunidade. Por isso, é preciso incentivar o cuidado e a preservação. Estimular essa conscientização deve ser uma premissa de todos os envolvidos em um projeto de praça.

    No quesito segurança, é preciso analisar os pontos de iluminação e os espaços que podem propiciar atividades suspeitas, entre outros aspectos que impactam a idealização do projeto em praça pública.

    Consideramos importante a instalação de câmeras, quando aventado no custo inicial do projeto, ou a inserção de lustres que potencializam a iluminação em todos os pontos das praças públicas.

    Entenda sobre a captação de recursos

    A captação de recursos é um capítulo à parte e deve ser melhor explorada. Sendo assim, é importante entender quais são as principais origens do aporte financeiro para o projeto de praça pública.

    Em suma, os recursos públicos são provenientes de contratos formalizados após a finalização do processo licitatório. Logo, o gestor que se interessa por elaborar projetos em praça pública precisa se cadastrar como empresa e participar dos trâmites burocráticos exigidos.

    Existem também outras formas de parcerias, com empresas privadas. Mas elas devem ser acordadas formalmente com a prefeitura, pois o projeto será idealizado em um espaço público. Todas essas observações precisam ser elencadas em contrato e supervisionadas periodicamente para evitar problemas no cumprimento dos prazos ou acordos suspeitos.

    Como vimos, elaborar um projeto de praça pública envolve, além dos trâmites burocráticos, o reconhecimento das diretrizes e dos objetivos, a análise do paisagismo, o levantamento das demandas dos usuários e dos recursos financeiros, a adaptação do local e o acompanhamento de todas as fases do projeto. Assim, o resultado será positivo para todos que desfrutarão do ambiente.

    Tem interesse em elaborar um projeto de praças públicas? Então, entre em contato com a Ginast para auxiliarmos você!

orçamento de academias ao ar livre
DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0