7 dicas gestão de estoque para aumentar a eficiência da sua operação

gestão de estoque
6 minutos para ler

Todo o processo de produção em uma empresa está conectado, independentemente da área do negócio. Por isso, a gestão de estoque é fator essencial, uma vez que essa prática influencia a produtividade e o resultado financeiro da companhia.

No cenário da construção civil, a gestão de estoque é ainda mais relevante. Afinal, as construtoras dependem da disponibilidade de material para a realização das obras, portanto, a falta de produtos é a de causa grandes atrasos e perda de dinheiro.

Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue a leitura e veja 7 dicas de gestão de estoque para aumentar a eficiência da sua operação. Vamos lá?

1. Conte com um bom local de armazenagem

O primeiro item é organizar o espaço para guardar os materiais. Para manter a validade dos materiais por mais tempo, o ambiente deve ser seco, arejado e protegido da luz direta do sol.

Além disso, é importante saber a metragem exata do local. Esse detalhe permite o cálculo da capacidade máxima do depósito, sendo possível planejar a quantidade das compras. Lembre-se de que adquirir material extra pode resultar em mais desconto no bolso.

Também é possível alinhar a solicitação de materiais com o fornecedor, de modo que as compras sejam entregues em datas previamente determinadas. Esse detalhe evita o abarrotamento do local de armazenagem e garante mais organização no dia a dia da construtora.

2. Faça a descrição completa do produto/material

Muitas pessoas pensam que, quando o material chega, basta armazená-lo no local próprio para isso. No entanto, é necessário fazer a descrição completa do produto e identificá-lo.

Essa descrição pode ser feita em uma planilha online na qual cada material terá um número de referência. Basta identificá-los por meio de uma etiqueta adesiva, por exemplo, e fazer a correspondência adequada ao sistema.

Aliás, identificar corretamente o material é importante para que o produto certo seja utilizado durante a realização de uma obra, garantindo agilidade e segurança na construção.

3. Controle as entradas e saídas

De nada adianta ter um espaço para armazenar o material, identificar o produto de forma adequada e não controlar as suas entradas e saídas. Isso porque, para entender as necessidades do dia a dia, é preciso avaliar quais são os materiais mais e menos usados.

Controlar as entradas e saídas nada mais é do que registrar quando os produtos entram no estoque e, claro, quando são utilizados nas obras. Para tanto, é necessário organização e a realização de um controle diário desse procedimento.

Uma boa dica para manter esse controle efetivo é determinar a responsabilidade de registrar as entradas e saídas a apenas uma pessoa. Além de evitar confusões posteriores, o responsável sabe que deve ficar atento ao controle do estoque.

4. Saiba as principais necessidades de reposição

Realizando todos os itens mencionados acima, as principais necessidades de reposição aparecerão de forma natural. Ou seja, será possível avaliar quais são os materiais mais usados e os produtos que não devem ser comprados com tanta frequência.

A importância de saber as quais são as demandas de reposição tem ligação direta com a saúde financeira da construtora se considerarmos que esse fator evita compras desnecessárias.

Também é possível programar as entregas dos materiais mais usados e, por que não, alinhar bons descontos com o seu fornecedor. Sabendo as quantidades necessárias, uma boa negociação pode ser realizada.

5. Tenha um sistema de controle

Um bom sistema de controle é imprescindível para aumentar a eficiência do dia a dia da construtora. Cada passo deve ser registrado, de forma que seja possível avaliar as necessidades do negócio.

Por isso, agendas, cadernos e outros sistemas físicos não são as ferramentas mais recomendadas para a efetivação do controle da gestão de estoque. Logo, é preciso contar com o auxílio da tecnologia nesse momento.

A recomendação é registrar todos os detalhes do estoque em uma planilha online, que pode ser acessada de qualquer computador, e em um software específico para controle dos materiais. Verifique as opções existentes no mercado e avalie a melhor escolha para a sua construtora.

6. Mantenha o estoque organizado

Organização é palavra de ordem para a efetivação de uma boa gestão de estoque. Para tanto, conte com armários, caixas organizadoras para pequenos materiais, ganchos e itens que podem auxiliar nessa tarefa.

Como os produtos devem ser identificados, também é uma boa ideia agrupá-los por materiais. Por exemplo: separá-los em madeira, ferro, cano de PVC, areia, cimento e outros itens.

Por fim, é sempre bom lembrar de utilizar primeiro os materiais que já estão no estoque por mais tempo. Ou seja, para garantir uma boa validade dos produtos, use os que chegaram antes. Para facilitar, organize o espaço de forma que os itens mais antigos fiquem posicionados em locais de fácil acesso.

7. Treine a equipe

Depois de implementar todo o projeto de gestão de estoque, a equipe inteira deve estar ciente de como funciona o novo controle de produtos e materiais.

Por isso, atualize os colaboradores sobre a novidade e estabeleça as responsabilidades de cada um: quem deve fazer o registro de entrada e saída, quem deve identificar os materiais, quem deve organizar o estoque.

Também é importante ressaltar que todos precisam estar comprometidos com a nova gestão de estoque, justamente para promover uma rotina melhor na construtora e, consequentemente, a entrega das obras nos prazos prometidos. Portanto, integre toda a equipe nessa missão para obter ótimos resultados.

É essencial estabelecer uma boa gestão para aumentar a eficiência da operação de sua construtora. Para tanto, conte com um bom local de armazenagem, faça a descrição completa dos materiais, controle as entradas e saídas.

Da mesma forma, saiba quais são as principais necessidades de reposição e não deixe de utilizar um sistema de controle eficaz para auxiliar na organização do estoque. A equipe, é claro, também precisa ser bem treinada.

Assim, você poderá usufruir dos benefícios da implementação de uma excelente gestão de estoque. Sem dúvida, tais ações resultarão em prazos de entrega das obras cumpridos e uma maior rentabilidade para a sua construtora. Bom trabalho!

Gostou das nossas dicas para manter uma boa gestão de estoque em sua empresa? Então, assine a nossa newsletter e receba outros artigos como este diretamente em seu e-mail!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

WhatsApp chat