Ginast Academia ao ar Livre - Equipamentos Certificados‎
Clique aqui e envie sua mensagem

Descubra os 7 exercícios que mais te ajudam a queimar gordura!

Descubra os 7 exercícios que mais te ajudam a queimar gordura!

No Brasil, 30,1% da população praticou o nível recomendado de atividades físicas no lazer em 2019. Esse é um número ainda baixo, mas pode ser um indicativo de que há o interesse em viver de maneira mais saudável. As atividades físicas trazem muitos benefícios, desde a manutenção de um corpo ativo até a possibilidade de queimar gordura durante os exercícios.

Por falar no assunto, a obesidade é um problema sério que afeta, principalmente, pessoas em condições específicas, como com altos níveis de estresse ou em situação de sedentarismo. Logo, não há dúvidas de que se exercitar é uma forma saudável de evitar ser enquadrado em uma estatística preocupante: 96 milhões de pessoas estão acima do peso no Brasil.

Mais do que uma questão estética, o combate à obesidade está ligado à saúde. Por isso, exercícios podem salvar vidas. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo no qual apresentamos 7 exercícios que mais ajudam a queimar gordura e como uma academia ao ar livre pode ajudar no alcance desse objetivo. Veja!

Exercícios ideais para queimar gordura

Para variar sua rotina de exercícios e queimar gordura abdominal ao mesmo tempo em que elimina aquela que aparece em outras partes do corpo, é preciso praticá-los de maneira intercalada para que os benefícios sejam maiores.

Mas é importante ressaltar que embora haja estimativas de perda de calorias em cada exercício, ela pode variar de acordo com sexo, peso, condicionamento físico e intensidade das atividades.

Dito isso, confira, a seguir, quais são os exercícios mais eficazes para queimar gordura!

1. Corrida

Um dos exercícios mais conhecidos também está entre os que podem ajudar a eliminar gordura rapidamente. Correr em um ritmo estável e moderado manda as calorias e a gordura embora.

Pode-se queimar 100 calorias a cada quilômetro corrido, o que é um belo índice. Isso sem contar a perda de peso e a melhora da capacidade aeróbica.

Uma boa sugestão para não desistir do objetivo de queimar gordura é procurar uma ou mais pessoas para se exercitarem junto. Assim, um motiva o outro, e todos se mantêm firmes no mesmo propósito.

2. Subir escadas

Como não poderia ser diferente, os conselhos dos médicos estão certos: subir escadas é ótimo para o condicionamento físico e para eliminar gordura. A musculatura dos membros inferiores também é trabalhada graças ao levantamento constante das pernas.

Podem ser queimadas de 500 a 600 calorias por hora ao subir escadas, índice similar ao das corridas. Mas aqui estamos falando de um exercício que utiliza mais músculos e, consequentemente, resulta em uma melhor silhueta.

simulador de escada pode ser usado como alternativa. Basta utilizá-lo por 30 segundos e, então, investir em um ou dois minutos de exercícios de recuperação ativa, como caminhar ou usar a bicicleta ergométrica. É preciso repetir de dez a 15 sessões para potencializar o ato de queimar gordura.

3. Pular corda

Quem procura por métodos para emagrecer rápido e se depara com a ação de pular corda pode pensar que se trata de uma brincadeira para crianças e jovens. Mas saiba que a atividade é bastante poderosa para o emagrecimento.

Para começar, é preciso masterizar o ato de pular corda rapidamente, em sessões de aproximadamente dois minutos. Os braços devem ficar quase parados ao lado do corpo, enquanto os pulsos são rotacionados para fazer a corda girar.

Os pulos devem ser baixos, suficientes apenas para conseguir passar pela corda. Já a aterrissagem precisa ser suave para não prejudicar as articulações do corpo, em um processo que pode levar alguns dias ou semanas.

Depois disso, existem exercícios de High Intensity Interval Training, o famoso HIIT, que podem ser feitos com a corda a fim de queimar gordura e aumentar o condicionamento físico. Os desafios são cansativos, mas ao mesmo tempo eficazes e divertidos.

4. Avanço (ou passada)

O exercício conhecido como avanço ou passada consiste em estar em pé, levar um dos pés para frente até ser possível fazer uma flexão de aproximadamente 90º, descer até o chão e voltar para a posição inicial.

Pode parecer bem simples, mas essa é uma ótima forma de queimar gordura e, de quebra, melhorar a musculatura do quadríceps. Para começar, o ideal é fazer o exercício apenas com o peso do corpo até se acostumar com sua realização.

Quem tem bastante prática pode utilizar halteres nas mãos para aumentar a carga nas pernas e tornar o exercício mais desafiador. Estima-se que uma hora dessa atividade queime 550 calorias.

5. Andar de bicicleta

Um dos maiores mitos sobre exercícios físicos é que eles precisam ser chatos ou muito cansativos. Prova disso é o ato de andar de bicicleta, possível tanto nas ruas e ciclovias quanto nos equipamentos estacionários das academias.

Muitas pessoas recorrem a essa alternativa para queimar gordura pelo fato de poder ser praticada sentada, o que ajuda a descansar as costas e o corpo mesmo enquanto ele ainda se mantém em movimento.

Pedalar com bastante intensidade durante uma hora pode queimar até 1.150 calorias. Treinos mais moderados também são eficientes, já que são capazes de eliminar 675 calorias em uma hora.

6. Natação

A natação é uma atividade recomendada para qualquer público. Inclusive, ela está entre as melhores práticas para a terceira idade, já que a água ajuda a reduzir o atrito e evitar lesões. Além disso, auxilia bastante na perda de calorias.

Existem várias técnicas de natação, como crawl, costas, borboleta e peito. Logo, é possível escolher aquela que mais agrada ao praticante. Vale destacar que o gasto de calorias aumenta de acordo com o número de músculos utilizados e a intensidade das braçadas e pernadas.

É possível perder mais de 800 calorias em uma hora de natação intensa e aproximadamente 550 em ritmo moderado. Isso torna o exercício um dos melhores para queimar gordura, principalmente por quem tem algum tipo de restrição física ou de mobilidade.

7. Sprints

Os sprints consistem em percorrer uma distância determinada, geralmente de 100, 200 ou 400 metros, no menor período de tempo possível. Logo, a prática é mais intensa do que as corridas convencionais.

Esse exercício para queimar gordura pode ser feito em academias (nas esteiras) ou nas calçadas e pistas de corrida, de acordo com a preferência do praticante. Em qualquer dos casos, os resultados são bastante positivos.

Mesmo com uma técnica simples para sua realização, os sprints podem queimar 20 calorias por minuto — bem mais do que as dez calorias gastas ao trotar ou as cinco ao caminhar. A maior intensidade cansa, mas vale a pena.

O suporte que uma academia ao ar livre pode oferecer

A prática de exercícios não precisa ser algo de difícil acesso à população. Para muitos, ter regularidade com uma atividade torna-se complicado por questões de agenda ou até mesmo por falta de acesso a ginásios, academias e outros lugares afins. Mas a verdade é que nenhum desses empecilhos precisa um impeditivo para se manter ativo.

As academias ao ar livre podem ser a solução para estimular as atividades físicas. Elas fogem do modelo estético e tecnológico tradicional para democratizarem o acesso ao exercício. Isso é feito por meio de aparelhos altamente funcionais, úteis e que ajudam a desenvolver o corpo todo. O melhor é que essas academias podem ser posicionadas em qualquer lugar, inclusive em condomínios.

Quando alguém não precisa se deslocar das dependências de onde mora para se exercitar, certamente as atividades físicas tornam-se uma possibilidade mais concreta. Existem vários fatores envolvidos nessa questão, como o acesso, o cansaço, a segurança e, em alguns momentos, até mesmo as limitações financeiras. Nem todo mundo pode pagar por uma academia ou prática de esportes.

Por esses e outros fatores, os condomínios podem ser tornar ambientes mais convidativos à prática de atividades que ajudam a queimar gordura e manter o corpo ativo. Para que isso seja realidade, síndicos devem se informar melhor sobre questões como:

  • custos de instalação das academias;
  • manutenção dos aparelhos;
  • possibilidades de exploração de áreas variadas;
  • funcionalidade dos aparelhos de academia ao ar livre.

Bem-estar acessível a todos

Em muitos momentos, o trabalho de um síndico é gerir um complexo de imóveis pensando sempre no bem-estar dos condôminos. Acontece que há muitas formas de proporcionar esse bem-estar, mas talvez a saúde nem sempre seja o foco. Por isso, repensar o trabalho e oferecer infraestrutura de academia ao ar livre pode ser uma atitude única e louvável.

Valorização do patrimônio

Outra questão importante é a gestão do patrimônio. Síndicos também precisam dedicar esforços para manter o patrimônio dos moradores cada vez mais valorizado. Isso é possível graças a reformas, manutenções e melhorias. É justamente aí que entram as academias ao ar livre. Montá-las em um condomínio aumenta o valor dos imóveis e gera uma percepção mais positiva.

Aparelhos para praticar exercícios em uma academia ao ar livre

Uma das grandes vantagens das academias ao ar livre é a variedade de exercícios que propiciam a queima de gordura. Tais espaços podem receber um público diverso, o que os torna bastante democráticos e versáteis.

A seguir, confira alguns dos principais aparelhos e entenda de que maneira cada um deles desenvolve o corpo e traz resultados para a saúde!

Remada sentada individual

A remada sentada é um aparelho que permite ao usuário trabalhar as costas, os braços e os ombros. Portanto, é fundamental para fortalecer essas áreas.

Na prática, funciona como uma remada, com movimentos de trás para a frente, puxando o aparelho com as duas mãos. Os movimentos são intensos e ótimos também para queimar gordura.

Caminhada individual

O aparelho simula uma caminhada, porém, em duas plataformas, em que cada uma acomoda um dos pés do praticante. Dessa forma, ele consegue deslizar os pés e manter um movimento intenso, o que é ótimo para o nível cardiorrespiratório.

A grande vantagem é poder fazer isso em locais limitados, mas ainda assim a céu aberto, como dentro dos condomínios. O exercício permite trabalhar a musculatura das pernas e fortalecer os joelhos.

Bicicleta cadeira individual

Esse é um aparelho que simula a pedalada de uma bicicleta, mas é composto apenas de um assento e dois pedais. Assim, qualquer pessoa pode estimular a musculatura das pernas e trabalhar o fortalecimento de joelhos, pés e tornozelos.

Se feito em bom ritmo, além de ser ótima para o cardio, a bicicleta cadeira individual também ajuda a queimar gordura em sessões de mais de 30 minutos.

Espaldar

O espaldar fixo é um aparelho que lembra uma escada, mas cada uma de suas barras horizontais é projetada como apoio para o usuário. A proposta desse aparelho é permitir alongamentos mais seguros e intensos. Aliás, o exercício é fundamental para evitar lesões durante a prática de atividades físicas.

O espaldar também ajuda a manter a coluna alongada, assim como outras partes do corpo. Usá-lo antes ou depois das atividades é importante para manter o corpo relaxado, evitando lesões e dores.

Esqui individual

O aparelho esqui individual é bastante similar à caminhada, mas ele estimula também a atividade dos membros superiores. Isso acontece porque, além das plataformas para os pés, ele também tem duas hastes de ferro para que o movimento de ida e volta seja feito com os braços.

Esse exercício é bastante completo, já que trabalha diferentes grupos de músculos, tanto superiores quanto inferiores. Ele também ajuda a queimar gorduras, pois mantém quase todo o corpo em movimento.

Múltiplo exercitador

O múltiplo exercitador é um dos aparelhos mais versáteis e completos para se instalar em uma academia ao ar livre, especialmente em praças e condomínios. Sua grande atração é o fato de permitir várias tipos de exercícios na mesma estrutura.

Portanto, nele é possível trabalhar pernas, costas e braços, basicamente. Para quem precisa economizar tempo e deseja um treino completo, o múltiplo exercitador é o aparelho ideal.

Instalação de academias ao ar livre

O processo de instalação das academias ao ar livre merece atenção e cuidados básicos. Não se trata de um trabalho altamente complexo, mas cuidar de tudo corretamente garante segurança e uso livre de problemas no futuro. Por isso, o primeiro ponto a ser considerado é o espaço para montar a academia.

É preciso, no mínimo, uma área de 16m² para que a academia seja posicionada. Também é fundamental uma distância de cerca de 1,5m entre cada um dos aparelhos.

Além disso, é necessário ter atenção com o solo. Ele precisa ser firme, garantindo assim a instalação segura dos aparelhos. Por isso, solos argilosos não são recomendados para receber academias ao ar livre.

É necessário também fazer bases de concreto nas quais os aparelhos serão fixados. Outro cuidado é quanto à perfuração para inserir esses equipamentos. Em solos arenosos, a escavação deve ser de 80cm. Já em solos comuns, 60cm são suficientes.

Queime a gordura do seu corpo com saúde

Os exercícios físicos são a melhor alternativa para eliminar as calorias e a gordura corporais. Em conjunto com uma reeducação alimentar, o metabolismo do corpo poderá melhorar cada vez mais.

Aliás, essa é uma opção bem mais vantajosa do que as dietas duvidosas que podem ser encontradas em vários lugares. Com uma alimentação adequada, não é preciso abrir mão de comer nada de que gosta. Tampouco haverá necessidade de praticar exercícios o dia inteiro ou todos os dias.

Seja em uma academia ao ar livre, em academias fechadas, na piscina ou em uma pista de corrida, a recomendação é optar pelos exercícios preferidos. Assim, queimar gordura será bastante prazeroso e compensador, tanto para a silhueta quanto para a saúde do corpo e da mente.

Quer ter uma academia ao ar livre no seu condomínio? Se sim, entre em contato com a Ginast já!

Descubra os 7 exercícios que mais te ajudam a queimar gordura! 1
DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0