Reeducação Alimentar: 5 Alimentos Para Quem Pratica Exercícios Físicos

Use a reeducação alimentar a favor do seu treino e, de quebra, garanta muito mais saúde para a sua vida

Se você está começando a praticar exercícios físicos, independente do seu objetivo, saiba que você precisará passar por uma reeducação alimentar. A partir de agora, você precisa preencher o seu corpo com os nutrientes essenciais para atingir a sua meta, e é por isso que você deve parar de consumir alguns alimentos e começar a ingerir outros.

Não adianta apenas treinar. É necessário comer de forma balanceada para que o seu esforço realmente dê resultados. A alimentação adequada é capaz de fornecer energia para que o seu organismo complete o treino e você consiga emagrecer com saúde.

Mulher comendo comida saúdavel
Uma reeducação alimentar pode te ajudar a ter mais energia nos exercícios e ajuda a emagrecer com saúde

Ela também ajuda a potencializar os resultados e a prevenir desconfortos, ao contrário da ingestão de alimentos repletos de gorduras saturadas, açúcares, sódio e conservantes, que vão causar o efeito inverso, mesmo com uma rotina intensa de atividade física.

Praticantes de exercício devem ingerir moderadamente todos os grupos alimentares: carboidratos, vitaminas e minerais, proteínas e até mesmo um pouco de açúcar estão liberados. No entanto, é preciso dar preferência para as pequenas porções diversas vezes ao dia, evitando longos períodos em jejum.

Carboidratos e proteínas incluidos no cardapio para emagrecer
Consuma moderadamente todos os grupos alimentares: carboidratos, vitaminas e minerais e proteínas

A alimentação que precede o treino também é muito importante para atingir a sua meta. Os carboidratos e as proteínas são os itens mais indicados para o seu cardápio antes de começar a praticar.

A seguir, conheça quais são os alimentos que você precisa incluir na sua dieta para sentir a diferença:

Quer um cardápio para emagrecer? Adote a batata doce!

Muito popular entre os praticantes de atividade física, a batata doce é ideal para ser consumida antes do treino. Ela é um carboidrato de médio índice glicêmico, ou seja, libera energia aos poucos no organismo, que vai durar durante toda a prática.

Essa “demora” também ajuda a manter o nível de glicogênio constante, evitando a perda de massa muscular durante o treinamento de força, e impede os picos de insulina, que estimulam o armazenamento de gordura no corpo. Além disso, a batata doce diminui diabetes, colesterol, triglicérides e prisão de ventre.

Batata doce no cardapio para emagrecer
A batata doce evita a perda da massa muscular durante o treino

Banana: a queridinha da reeducação alimentar

Outro alimento favorito dos esportistas, ao contrário do que se pensa, a banana não previne cãibras devido a quantidade de potássio que possui. Durante o exercício, o corpo humano não sofre perdas tão relevantes desse nutriente, mas ela pode ajudar por ser um combustível para os músculos, cheia de carboidratos como a frutose.

Apesar de possuir, ainda, magnésio e fósforo, você não deve comer mais que duas bananas para não ter um desconforto gástrico. Além disso, o consumo em excesso de antioxidantes impede que as adaptações aos exercícios aconteçam da forma correta.

Banana na prática de exercícios físicos
A banana é um combustível para praticar exercícios, pois é cheia de carboidratos como a frutose

Que tal incluir o chá verde na dieta?

Se você está procurando um cardápio para emagrecer, aposte na ingestão diária de até quatro xícaras chá verde, ou 600 ml. Ele é composto de flavonoides, responsáveis pelos seus benefícios para a saúde. O chá verde ou matcha é um termogênico, aumenta a temperatura corporal, fazendo com que o metabolismo acelere, e consequentemente oxida a gordura, evitando que ela se acumule.

Ele também atua na digestão, estimulando o trabalho da flora intestinal. A bebida pode ser consumida quente ou fria, e ainda é capaz de ajudar a reduzir o surgimento de colesterol, diabetes, hipertensão, câncer e outras doenças devido a suas propriedades antioxidantes.

Chá verde para ajudar na prática de exercícios físicos
O chá verde acelera o metabolismo e oxida as gorduras, evitando que elas se acumulem

Salmão: um grande aliado na reeducação alimentar

Esse peixe é rico em ômega 3, e alimentos que possuem esse nutriente, como é o caso também do atum, das nozes e dos ovos, são indicados para a recuperação de energia. Para obter o máximo de benefícios, ele deve ser consumido principalmente após o treino.

Entretanto, o salmão deve fazer parte da sua nova reeducação alimentar, pois o ômega 3 também ajuda a manter a fluidez do sangue. Isso quer dizer que, na hora de treinar, o seu sangue levará mais oxigênio para os seus músculos, aumentando a sua força e diminuindo o risco de doenças do coração.

Salmão pronto para consumo após prática de exercícios físicos
Rico em ômega 3, o salmão ajuda na recuperação da energia

Para emagrecer com saúde aposte nos cereais integrais

Cereais como aveia, soja e granola, além dos que são encontrados em massas e pães integrais, são carboidratos ricos em fibras e vitaminas do complexo B, essenciais para dar mais disposição para o metabolismo por um tempo prolongado, pois equilibram os níveis de açúcar no sangue.

Evite o consumo desse tipo de fibra no período que antecede a prática de atividade física, pois elas estimulam o funcionamento do seu intestino. Prefira consumi-los no dia a dia, fazendo substituições ou acrescentando uma mistura de cereais em salada de fruta ou iogurte.

Cereais integrais para emagrecer com saúde
Os cereais integrais ajudam a dar mais disposição para o metabolismo por equilibrarem os níveis de açúcar no sangue

Últimas do Blog

Acompanhe o nosso blog e tenha informações sobre qualidade de vida, diversão e inclusão social

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das nossas novidades, cadastre-se já e receba novidades e promoções

O que você está esperando?

Desenvolvemos projetos que se adequam ao seu orçamento e espaço.
Podemos construir a academia perfeita para a sua cidade, empresa ou condomínio.
Trabalhamos para superar suas expectativas e oferecer o melhor custo-benefício.