Projetos de Praças: Como desenvolver um que atenda toda a comunidade

Ao projetar praças públicas, deve-se pensar no bem estar da comunidade e nas melhorias que ela pode trazer a um ambiente

As praças são um de muitos ambientes do dia a dia aos quais nós estamos acostumados. Mas, apesar de serem comuns, elas não simplesmente surgem, é preciso se criar um projeto cuidadoso.

O projeto de uma praça deve ser elaborado levando em conta todos os aspectos do ambiente: acessibilidade, iluminação e segurança são apenas alguns desses aspectos.

A seguir, veremos o que é preciso para produzir um projeto perfeito:

Definir objetivos e diretrizes

O início de projetos de praça não deve fugir de um padrão: é preciso definir a modelagem por meio do terreno disponível e pensar sempre em como ela vai interagir com o ambiente ao seu redor.

Nesse ponto, todos os elementos devem ser considerados; tudo que circunda a praça tem importância: calçada, ruas, prédios, casas e comércios precisam estar dentro do plano inicial da construtora.

Também é preciso definir tudo que aquela praça vai trazer; aparelhos de ginástica, playground, pista de skate, enfim, são muitas opções, cada uma com seus benefícios e complicações.

Localização

A localização de uma praça normalmente é definida de acordo com os objetivos de sua construção.

Como já foi dito, é necessário considerar tudo o que há em volta do terrenos. Devemos levar em conta as mudanças que esse projeto vai trazer para os moradores e comerciantes do local, por exemplo.

Há muitos espaços que não são bem utilizados em uma cidade – inclusive alguns que não são utilizados pra nada. Nesses casos, as oportunidades são vastas e vários projetos de praças podem solucionar e ajudar a melhorar a cidade.

Benefícios

No manual Espaços públicos: diagnóstico e metodologia de projeto, Simone Gatti escreveu que “é importante lembrar que não basta projetar uma praça ou um parque”, há outras muito mais a ser considerado.

Ela continua, dizendo que “é preciso entender a dinâmica de uma cidade e a vida das pessoas no seu cotidiano, a fim de que os espaços públicos a serem projetados reflitam as necessidades e os anseios dos seus usuários”.

Desse modo, antever como a população vai utilizar o espaço é primário ao iniciar um projeto. Isso vai ajudar a execução e a engenharia da construção.

Academia ao ar livre

Academia ao ar livre em projeto de praça

O que já não é uma novidade nas praças da cidade de São Paulo virou agora quase um espaço obrigatório. A academia ao ar livre em espaços públicos são uma ótima opção para quem deseja iniciar a prática de exercícios físicos.

Os aparelhos costumam variar mas, basicamente, ajudam no fortalecimento muscular e na ativação das articulações do corpo.

Com um público-alvo voltado mais para a terceira idade, as academias ao ar livre são uma ótima opção para fazer com que um espaço público seja algo benéfico à comunidade de forma direta.

Segurança

Os espaços públicos são muito importantes para os cidadãos. Eles são uma forma de percebermos como convivemos como sociedade. Sendo assim, eles são bens de todos.

Uma praça pública é um bem para a comunidade. Por isso, é preciso incentivar o cuidado e a preservação da mesma.

Gostou? Leia também:

Últimas do Blog

Acompanhe o nosso blog e tenha informações sobre qualidade de vida, diversão e inclusão social

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das nossas novidades, cadastre-se já e receba novidades e promoções

O que você está esperando?

Desenvolvemos projetos que se adequam ao seu orçamento e espaço.
Podemos construir a academia perfeita para a sua cidade, empresa ou condomínio.
Trabalhamos para superar suas expectativas e oferecer o melhor custo-benefício.