Projeto de academia ao ar livre, o que não pode faltar?

As academias ao ar livre são uma ótima forma de se exercitar sem pagar nada, além de estarem próximas a áreas residenciais. Implementadas em praças e parques de mais de mil cidades brasileiras, as academias ao ar livre não possuem restrição de idade e promovem o relacionamento das pessoas durante a prática de atividades físicas.

Agora, esses benefícios estão sendo instalados dentro de condomínios residenciais para facilitar ainda mais a vida dos moradores.

A prática realizada pelos condomínios está atrelada à valorização das áreas de lazer pelos moradores, que agora possuem amplos espaços para praticar atividades físicas de diversos tipos como, natação, caminhada, corrida, esportes em grupo, dança e outros.

A maioria dos condomínios ainda possui uma academia fechada sem instrutor, com um centro de treinamento que permite a realização de todas essas práticas.

No entanto, esse pensamento está mudando, já que os iniciantes querem ficar livres de pressões e multidões, os idosos preferem um espaço em que possam praticar os exercícios com tranquilidade e os deficientes físicos precisam manter a saúde em dia.

O estímulo ao convívio social também faz parte do conceito dos condomínios residenciais. Com esse tipo de academia, há mais uma oportunidade de conhecer os vizinhos e de encontrar os amigos se exercitando, ocasiões que estimulam a frequentar os treinos e consequentemente melhorar a saúde física e mental.

Academias ao ar livre em condomínios residenciais

Implantar um projeto de academia ao ar livre em um condomínio residencial requer quórum, ou seja, avaliar se número de condôminos vai utilizar o espaço compensa a implementação. Também vai precisar de planejamento dos síndicos, pois, para funcionar adequadamente, o equipamento deve estar instalado direito.

Se você está pensado em começar um projeto de academia ao ar livre em seu prédio, mas não sabe por onde começar, confira algumas dicas para proporcionar saúde e bem-estar a todos os condôminos:

Peça ao SECOVI a aprovação do projeto de academia ao ar livre

O primeiro passo é consultar a SECOVI, sindicato da habitação, para tirar todas as dúvidas e implicações no âmbito geral. Isto porque, para implantar esse tipo de academia dentro de um condomínio é necessário ter um projeto do local e da instalação dos aparelhos. Para isso, um especialista vai fazer um estudo do terreno e conferir a viabilidade da área em receber os aparelhos.

Valor de investimento

É necessário investir na compra e instalação dos equipamentos, e isso vai custar a reserva do condomínio. Para garantir uma boa negociação, junte recursos para fazer o pagamento à vista.

Considere também a contratação dos serviços de um preparador físico que acompanhe os usuários durante a prática de atividades físicas, direcionando-os ao uso correto dos equipamentos. Isso evita lesões e insatisfação com a novidade.

Procure especialistas em academias ao ar livre

Como as academias externas estão se tornando cada vez mais populares, muitas empresas passaram a produzir os equipamentos.

Por isso, é importante procurar por fornecedores autorizadas, que tenham uma experiência sólida no ramo e que sigam as condições de instalação técnica dos aparelhos adequadamente. Além disso, verificar o material dos equipamentos, a resistência, bem como a qualidades são importantes na hora de pedir o orçamento.

Veja também se o conjunto de aparelhos vêm com as instruções de como usá-los e se oferecem variedade de exercícios de musculação e alongamento.

Faça a manutenção periódica dos aparelhos

Os aparelhos devem receber manutenção especializada periódica. Cada equipamento possui um tempo de vida de útil de 5 a 6 anos e, após isto, eles começam a sentir a ação do tempo.

Com uma manutenção periódica e correta é possível aumentar o tempo de vida útil e, caso alguma peça se solte ou se perca, os fornecedores podem realizar a reposição, o que deve ser especificado na hora da compra dos aparelhos.

Para garantir o funcionamento, os próprios moradores devem zelar pela conservação dos equipamentos, utilizando-os corretamente e reportando a administração caso perceba algum defeito.

Cuidado com as crianças do condomínio

Os aparelhos de academia ao ar livre podem ser usados por pessoas acima de 12 anos. Isso quer dizer que as crianças menores fiquem longe deles, pois elas podem se machucar.

Com avisos no mural dos condôminos, é possível deixar os pais cientes dos riscos de deixar as crianças na academia sem o acompanhamento de um adulto.

Para dar segurança a elas, ao realizar a implantação dos equipamentos, procure um espaço que esteja afastado do playground, o que evita que os aparelhos chamem a atenção dos pequenos. Outra forma de manter as crianças afastadas é utilizando um cercado para delimitar a área em que os aparelhos estão instalados.

Últimas do Blog

Acompanhe o nosso blog e tenha informações sobre qualidade de vida, diversão e inclusão social

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das nossas novidades, cadastre-se já e receba novidades e promoções

O que você está esperando?

Desenvolvemos projetos que se adequam ao seu orçamento e espaço.
Podemos construir a academia perfeita para a sua cidade, empresa ou condomínio.
Trabalhamos para superar suas expectativas e oferecer o melhor custo-benefício.