A baixa temperatura não é um impeditivo para ter uma vida mais saudável. Veja como se proteger e se exercitar ao mesmo tempo

É o termômetro registrar uma queda na temperatura para muitas pessoas desistirem de praticar exercícios físicos. As academias ficam vazias e preferimos esticar o sono debaixo do edredom do que encarar algum tipo de esporte. Assim, muitos se perguntam: como emagrecer no inverno?

Se você deseja perder ou manter seu peso, ao mesmo tempo em que ganha uma vida mais saudável, saiba de um fato importante: é justamente nesta época do ano que deve intensificar a prática de atividades físicas.

Poucos sabem que o inverno é a estação mais propícia para perder peso. A temperatura mais fria estimula o consumo de calorias e, com uma combinação de dieta e exercícios, a pessoa consegue ter o corpo que sempre desejou.

Dessa forma, ao invés de focar no “Projeto Verão” quando chegar a Primavera, que tal implementar o “Projeto Inverno”? Os resultados poderão ser melhores – com a vantagem de combinar saúde com estética.

Portanto, quando a temperatura estiver baixa, crie coragem, deixe a coberta de lado, coloque o agasalho e vá se exercitar. O frio é um obstáculo a mais, mas não pode ser a desculpa para abandonar sua rotina de treinos. Confira quais são as indicações de treino no inverno!

Por que evitamos nos exercitar no frio?

Por um motivo bem simples: nosso corpo precisa manter a temperatura interna do nosso organismo quente e constante. Isso faz com que qualquer atividade física no inverno seja desestimulada de forma inconsciente.

Além disso, o frio naturalmente faz nosso corpo consumir mais calorias para se manter aquecido – estimativas indicam que a perda de caloria chega a 30% em alguns casos. Resumindo: não precisaríamos nos exercitar para perder peso.

Porém, essa questão faz com que as pessoas comem alimentos mais calóricos – o que de certa forma também é um fator contra a prática esportiva. Sem uma dieta adequada, nosso corpo não consegue render o mesmo desempenho.

Quais os efeitos do tempo frio em nosso corpo?

Uma das principais reações do organismo ao frio é a necessidade de obter mais energia para manter a temperatura corporal. Isso faz com que haja um aumento na pressão arterial e nos batimentos cardíacos – o que exige cuidado para quem sofre com pressão alta.

Quem pratica algum exercício físico antes de chegar o inverno, também percebe uma queda no rendimento da atividade. Isso porque a temperatura baixa diminui a quantidade de volume máximo de oxigênio no corpo e também reduz a força do músculo.

Por fim, muitos pensam apenas em como emagrecer no inverno e se descuidam com a ingestão de água, sofrendo com a desidratação. Além disso, as atividades podem desencadear problemas respiratórios e, em alguns casos mais graves, hipotermia.

Quais os cuidados para fazer exercícios no frio?

Não basta calçar o tênis e sair correndo por aí. A baixa temperatura exige cuidados especiais para não comprometer a saúde. Roupas, aquecimentos e alimentação são essenciais para realizarmos uma boa atividade física no inverno.

A primeira preocupação começa justamente com o nosso vestuário. Mesmo com a temperatura mais baixa, o ideal é priorizar roupas leves que favorecem a transpiração. Utilize, por exemplo, calça e casaco de moletom, que mantém a temperatura do nosso corpo.

Depois, antes de começar a atividade, faça um alongamento. Essa prática é vital em qualquer época do ano, mas no inverno tem duas funções específicas: “esquenta” o corpo para o exercício e evite que o músculo se contraia mais (é uma reação natural ao frio).

Como controlar a alimentação?

Para quem deseja emagrecer, é uma das missões mais difíceis durante o inverno. O tempo frio estimula nosso corpo a consumir mais calorias para se esquentar – pães e massas são os pratos favoritos no frio. O exercício físico só funciona se a dieta for controlada.

A principal dica é apostar em alimentos termogênicos por acelerarem o metabolismo, aumentarem a queima de gordura e, consequentemente, auxiliar na manutenção do peso. Pimentas, canela, chá verde, café e gengibre são alguns exemplos.

Além disso, evite o excesso de carboidratos, como massas, arroz e pães, porque sua função é justamente acumular caloria. Troque por proteínas, de preferência magras, ou até mesmo por sopas e caldos, pratos típicos de inverno.

Também não esqueça de consumir líquidos. Por conta do frio, muitos diminuem inconscientemente a ingestão de água, mas é essencial manter essa rotina. Ela mantém o metabolismo e evita a desidratação. Veja também como reeducar a sua alimentação e manter a forma ideal.

Dicas de como emagrecer no inverno:

Não espere o verão para ter o corpo que deseja e ter mais saúde. Na verdade, ao seguir essas dicas agora no inverno, você irá perceber que é possível emagrecer também com as temperaturas mais baixas:

Faça uma nova dieta:

No inverno temos que consumir alimentos mais “quentes”; logo, crie uma dieta que aplaque essa necessidade ao mesmo tempo que evita o ganho de peso. Ela pode ser feita a partir do outono e substituída posteriormente na primavera.

Mantenha uma rotina:

A vontade de ficar algumas horinhas a mais na cama com o edredom é tentador. Contudo, criar uma rotina é uma ferramenta importante para quem deseja perder peso. Tenha horários para descanso, lazer e, principalmente, atividade física.

Pratique exercícios:

Não pare seu treinamento durante o inverno. Esse é um dos principais vilões para o ganho de peso nos meses maios frios. Continue com as atividades na mesma quantidade que você fazia no verão. Confira uma lista de exercícios de ginástica alternativa!

Controle a temperatura:

Não descuide da proteção com o tempo frio. Principalmente com as extremidades, normalmente a primeira parte do corpo a perder calor. Calçados, luvas e gorros devem ser utilizados com frequência.

Saia da cama e comece a se exercitar!

A tentação é grande, mas é possível praticar atividades físicas no frio. Assim, a pergunta não é como emagrecer no inverno, mas sim se queremos realmente encarar a baixa temperatura e conquistar o corpo que tanto desejamos.

Qual sua dica para encarar a temperatura baixa? Conte para a gente nos comentários e aproveite para conhecer a Ginast