Atividades para terceira idade: seis exercícios para manter a vitalidade do corpo

Atividades para terceira idade: seis exercícios para manter a vitalidade do corpo

Compartilhe:

Atividades para terceira idade: seis exercícios para manter a vitalidade do corpo

As atividades físicas devem fazer parte da rotina de quem já passou dos 60 anos. Elas são essenciais para manter a vitalidade em alta, já que, nessa etapa da vida, não é apenas o corpo de homens e mulheres que sofre alterações, mas também a mente e as emoções!

Se você está procurando uma atividade para terceira idade ou deseja incentivar pais, avós e conhecidos a praticar em busca de uma vida com mais qualidade, conheça as melhores opções de exercícios, mas lembre-se que todos devem ter aval de um médico:

Academia ao ar livre

A musculação pode ser praticada nas academias ao ar livre com segurança pelos idosos e, dependendo das condições físicas do praticante, pode ser ainda mais interessante do que as atividades aeróbicas.

Os melhores aparelhos são a bicicleta, o rotação, a remada sentada, o simulador de caminhada e o extensor lombar.

A prática nesses equipamentos ajuda a garantir a autonomia, a manter a capacidade funcional, a prevenir doenças como osteoporose, diabetes, obesidade e hipertensão, a melhorar as noites de sono e, ainda, a proporcionar interação social.

Para melhor aproveitamento dos exercícios e evitar danos à saúde, é preciso investir nos aquecimentos e relaxamentos e, se houver qualquer sensação de mal-estar, a prática deve ser suspensa.

Natação

No geral, a natação possui poucas contraindicações em qualquer fase da vida e é possível praticar o esporte até mesmo se você nunca aprendeu a nadar.

Idosos praticando aula de hidroginástica: muito importante para manter as articulações saudáveis, trabalhar a coordenação motora, entre outros benefícios

A água possui um alto poder relaxante que levanta o bem-estar e o humor dos idosos, enquanto que o cumprimento de novos desafios dá a confiança que os idosos precisam para realizar as tarefas do dia a dia.  Já a variação de intensidade, tipo e duração dessa atividade para terceira idade aprimora a coordenação motora e a cognição dos praticantes.

A natação também é uma aliada contra as doenças respiratórias, pois aumenta a capacidade e eficiência dos pulmões. Entretanto, é recomendado evitar a natação nos dias de muito frio, pois o organismo dos idosos pode se fragilizar com diferenças bruscas de temperatura.

Ioga

A ioga pode ser praticada em qualquer idade e, mesmo se você nunca experimentou, haverá benefícios para a sua saúde e para a sua mente.

Essa atividade para terceira idade fortalece os ossos e os músculos, previne contra quedas, diminui a ansiedade e o estresse, reduz a pressão arterial e melhora a concentração e a memória.

Além desses aspectos gerais, cada asana (postura) permite obter benefícios específicos, com posições que ajudar a aliviar dores nas costas, que fortalecem os dedos e os arcos dos pés, que dão flexibilidade para pernas e braços e muitos outros.

A prática deve iniciar com apoio de um especialista, pois, se realizada de forma incorreta, o idoso pode se machucar. Após refinar os movimentos com o professor, a yoga pode ser feita diariamente em casa.

Alongamento

Exercícios de alongamento fazem a diferença para aumentar a flexibilidade do corpo, a amplitude do movimento e a elasticidade do músculo da terceira idade.

Idoso fazendo alongamento em parque

Eles também ajudam a reduzir tensões musculares e proporcionam relaxamento. Existem modalidades e aulas focadas apenas nos alongamentos, como o Tai Chi Chuan ou o RPG, mas a prática também pode ser realizada sozinha ou como complemento de atividades como a musculação e a corrida.

O ideal é fazer em torno de cinco alongamentos entre 15 e 30 segundos cada todo dia, com o cuidado de mudar a série diariamente para não estressar os mesmos músculos sempre.

Corrida

Sim, pessoas mais velhas também podem praticar corrida, e a modalidade está crescendo entre esse grupo! Independentemente de idade, peso ou experiências com outras atividades ao longo da vida, a corrida pode trazer benefícios aos idosos.

Entretanto, é preciso considerar fatores que fazem a diferença para a segurança do treino, como o impacto nas articulações se os ossos e os músculos não estiverem devidamente preparados, e a frequência cardíaca, já que, com o passar dos anos ela diminui.

A prioridade da corrida para os idosos deve ser proporcionar qualidade de vida e momentos de distração, e não obter a melhor performance, tempo ou colocação nas provas.

Ciclismo

A bicicleta é uma ótima forma de aumentar a massa muscular, diminuir a gordura corporal e melhorar a alimentação. Essas mudanças proporcionam o aprimoramento da condição cardiovascular dos idosos, a diminuição da fadiga e a liberação de endorfinas, responsáveis pela sensação de bem-estar.

O ciclismo pode ser praticado como uma forma de exercício físico, com treinos diários voltados para os benefícios para a saúde ou então como uma forma de locomoção pela cidade, oferecendo mais autonomia ao idoso praticante para que ele possa ir ao mercado, ao médico e até mesmo visitar a família.

Últimas do Blog

Acompanhe o nosso blog e tenha informações sobre qualidade de vida, diversão e inclusão social

Compartilhe:

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das nossas novidades, cadastre-se já e receba novidades e promoções

O que você está esperando?

Desenvolvemos projetos que se adequam ao seu orçamento e espaço.
Podemos construir a academia perfeita para a sua cidade, empresa ou condomínio.
Trabalhamos para superar suas expectativas e oferecer o melhor custo-benefício.