Saiba por quê o tempo não estraga as academias ao ar livre

Saiba por quê o tempo não estraga as academias ao ar livre

Compartilhe:

Saiba o que leva as academias ao ar livre a serem tão resistentes!

Você já se perguntou se as academias ao ar livre estragam? Essa é uma dúvida que pode ter passado em sua mente em algum momento, já que elas estão presentes em vários parques, praças e outros ambientes abertos sem demonstrar sinais de desgaste.

Essa é uma questão bem interessante e que nem todas as pessoas conhecem, mas há muita teoria por trás da resistência demonstrada por cada um desses equipamentos, o que está longe de ser uma obra do acaso.

Vamos conhecer os processos pelos quais os equipamentos passam até que resultem no que vemos por aí, com uma durabilidade capaz de atingir e até superar décadas a fio sem perder sua resistência e funcionalidade.

Academias ao ar livre estragam? Qual é a verdade por trás disso?

É claro que elas não são indestrutíveis e completamente imunes a danos, mas sua resistência é muito alta, graças aos seguintes motivos:

Composição

Os materiais empregados na fabricação dos aparelhos faz com que as academias ao ar livre tenham uma durabilidade exemplar, bem diferente dos equipamentos desenvolvidos para uso interno.

Os tubos e chapas são feitos de aço carbono, que possui excelente resistência mecânica e dureza, além de torná-lo apto a tratamentos, como o que veremos posteriormente.

As extremidades superiores, inferiores e móveis são blindadas em chapa 14, o que as torna insensíveis contra a penetração de água, outro ponto fundamental nos quesitos resistência e durabilidade.

Os componentes plásticos são de polipropileno e PVC flexível, materiais que apresentam a maleabilidade necessária ao mesmo tempo em que são resistentes, tanto mecanicamente quanto contra a ação do tempo.

Por fim, os parafusos para fixação são de aço zincado, ou seja, um aço que recebe revestimento de risco, protegendo-o, assim, contra a corrosão, que poderia ser um potencial problema no caso de equipamentos para ambientes externos.

Se algumas academias ao ar livre estragam, deve ser pelo fato de que elas não foram confeccionados com esses materiais, o que, por sua vez, modifica todo o projeto e pode resultar em sérios prejuízos funcionais e financeiros, especialmente a médio e longo prazo.

Saiba como implementar uma academia ao ar livre em seu projeto com nosso e-book gratuito!

Galvanização

Além dos materiais, há outro ponto que colabora para a resistência das academias ao ar livre contra a ação do tempo, que é a galvanização.

Este é um processo que já existe há mais de 170 anos, o qual visa aumentar significativamente a vida útil do aço, de modo que ele esteja protegido contra a corrosão.

Basicamente, a galvanização consiste na aplicação de uma fina camada de zinco sobre a superfície do aço, de modo que o contato superficial seja feita por este material, naturalmente resistente contra a corrosão.

Ilustrativamente, podemos pensar em um pão de mel que é banhado no chocolate. O que acontece na galvanização é parecido com isso, com a diferença de que o banho resulta em uma camada bem fina, praticamente imperceptível a olho nu.

Mesmo com um funcionamento simples, a galvanização é fundamental para todos os aparelhos de academia ao ar livre, pois permite que elas durem por muito mais tempo do que se não passassem por esse processo.

Saiba mais: Galvanização de academias ao ar livre: saiba como essa ação aumenta a qualidade das academias ao ar livre

Pintura

Imagine uma lata de tinta que é deixada em um ambiente externo, sujeito a chuvas, ventos, contato com poeira e outras partículas. Mesmo que ela seja pintada por fora, com o passar do tempo, naturalmente ela ficará oxidada.

Os processos vistos anteriormente visam reduzir a ocorrência dessa situação, mas existe ainda outra etapa indispensável, que é a pintura dos aparelhos, feita de um método especial, chamado de eletrostático epóxi.

Tal método utiliza uma tinta sólida, similar a um pó químico, que se fixa à superfície graças à aplicação de uma carga elétrica oposta. Assim, no momento em que esse pó entra em contato, ele já fica preso.

Tal pó consiste de uma mistura de resinas em poliéster de alta resistência à meteorização, que resultam naquele acabamento macio e suave que os aparelhos possuem e, além disso, também ajuda a combater os efeitos do tempo, das chuvas, ventos e afins.

Quando as academias ao ar livre estragam, pode ser tanto pela não-observação das técnicas vistas anteriormente como também da pintura, o que prejudica diretamente sua durabilidade e resistência.

 

Veja também: Academias ao ar livre enferrujam?

Equipamentos de academia ao ar livre em uso

É preciso fazer manutenções nas academias ao ar livre?

Ainda com tanto cuidado e técnicas apropriadas, academias ao ar livre estragam naturalmente com o passar do tempo caso não passem pelas devidas manutenções.

A manutenção de academia ao ar livre se divide em dois tipos: preventiva e corretiva, cada um com suas próprias características:

Preventiva

Visa evitar problemas e danos maiores antes que eles efetivamente venham a acontecer. Consiste, por exemplo, na substituição de uma peça antes que ela ceda e prejudique a estrutura do equipamento ou no reforço da pintura antes que o equipamento comece a apresentar focos de oxidação.

Corretiva

Manutenção de caráter mais emergencial, realizada quando algo quebrou ou deixou de funcionar adequadamente, seja por mau uso ou pela ausência da manutenção preventiva em tempo oportuno.

Dentro da manutenção preventiva, há algumas atividades que podem ser feitas pelos próprios usuários ou proprietários dos equipamentos, como uso de óleo desengripante nas articulações, parafusos e demais fixações, bem como averiguação constante das condições do aparelho.

Caso a pessoa em questão não tenha os conhecimentos técnicos e/ou práticos para o conserto, porém, é fundamental recorrer ao serviço de manutenção e reforma, este prestado por profissionais devidamente capacitados para tal.

Academias ao ar livre estragam apenas se fabricadas inadequadamente ou se não observados os devidos cuidados

Não é à toa que temos milhares de academias deste tipo espalhadas por todo o Brasil, tanto em espaços públicos quanto particulares. Suas características as colocam como referências no que tange à qualidade, confiabilidade, segurança e resistência.

Da próxima vez que te perguntarem se as academias ao ar livre estragam, sejam as academias para idosos ou as tradicionais, você saberá não apenas a resposta como também os fatores que levam a ela!

Compartilhe:

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificação de

O que você está esperando?

Desenvolvemos projetos que se adequam ao seu orçamento e espaço.
Podemos construir a academia perfeita para a sua cidade, empresa ou condomínio.
Trabalhamos para superar suas expectativas e oferecer o melhor custo-benefício.

Assine nossa newsletter

Fique por dentro das nossas novidades, cadastre-se já e receba novidades e promoções