Saiba os Cuidados Necessários Para Praticar Exercícios no Calor

O verão é uma ótima época para as pessoas colocarem o corpo em forma – o tempo é propício aos esportes e às atividades na academia ao ar livre

Com as temperaturas altas, o calor do corpo aumenta com as atividades físicas e isso faz aumentar também a quantidade de suor. Logo há o risco de desidratação. Esse é um sinal de alerta importante para quem costuma praticar exercícios no calor.

Mas, a desidratação é apenas um dos problemas que podem acontecer. Existem casos, inclusive, de pessoas que morreram ao praticar as atividades de alta intensidade em horários de muito calor.

Os especialistas alertam e dizem que “se o corpo chegar aos 41ºC há o risco de morte”.

Pensando nisso, separamos alguns cuidados importantíssimos para todas as pessoas que vão praticar exercícios nessas épocas, como no verão. Inclusive, saiba 10 dicas para se exercitar no verão.

Cuidado com a Desidratação

Hidratação

Os especialistas da saúde afirmam que durante um treinamento intensivo uma pessoa pode perder até 3% do volume de água do corpo.

Essa é uma redução muito brusca e que afeta todo organismo, principalmente em dias quentes.

Portanto, fazer a reidratação é importante.

Recomenda-se levar garrafas de água em todo tipo de atividade física – mesmo nas caminhadas leves. Além disso, a água de coco (natural) é uma boa pedida pós-treino, já que ajuda na recomposição dos nutrientes do corpo.

Os isotônicos também são aconselháveis porque repõem sódio e potássio durante a atividade. Porém, nesse caso, todo cuidado é pouco já que a bebida pode ser ruim para pessoas que sofrem de problemas renais.

Os riscos da desidratação são vários e podem incluir dores de cabeça, tontura, náuseas, entre outros sintomas.

Cuidado com o Condicionamento Físico

Condicionamento Físico

De forma geral, existem três grupos de pessoas que podem ser divididos durante uma prática física: as já condicionadas; as com boa saúde, mas pouco condicionamento e aquelas que não têm boa saúde.

Praticar exercícios no calor, portanto, requer a separação desses grupos.

Uma pessoa condicionada poderia correr a partir das 16 horas da tarde, ainda que estivesse sol. Já aquelas que não têm boa saúde devem fazer apenas caminhadas leves – e depois das 16 horas.

O ideal aqui não entender sobre os horários especificamente e sim sobre a situação de cada pessoa. Para conseguir essa informação, o ideal é ir até um médico especialista e fazer exames clínicos.

Muitas pessoas que não tem condicionamento e usam o verão como forma de motivação para a prática de atividades físicas acabam exagerando em cada exercício e isso pode prejudicar o organismo – com a queda da pressão, por exemplo.

Cuidado com o Horário de Atividade Física

Horário atividade física

A recomendação geral é que se faça atividades físicas antes das 10 horas da manhã ou após as 16 horas da tarde.

Isso porque nesse meio tempo, ainda mais no verão, há o perigo do calor ser “muito forte” em todo ambiente. Mesmo que o sol possa estar escondido entre as nuvens, o famoso “mormaço” influencia na respiração dos atletas.

O ganho de calor é comprometedor no fator desempenho e também para a saúde.

Cuidado com a Alimentação e as Roupas

Alimentação e Roupas

Antes de iniciar uma atividade física, a recomendação é ingerir alimentos leves, como as frutas, os sucos de frutas, água de coco, entre outros.

O mesmo vale para o pós-treino.

Isso é importante porque se você se alimenta de forma exagerada, o processo de digestão será mais lento e se ele não tiver sido finalizado, seu corpo pode responder de forma errada à atividade.

Com isso, a pessoa passa mal, desregula a pressão e tende a ter desmaios.

Já quanto às roupas, a recomendação é usar as mais leves possíveis, incluindo as camisas que são adeptas ao suor. O contrário poderia te fazer perder ainda mais líquido – o que é ruim. Aliás, veja como reeducar sua alimentação.

Cuidado com os Problemas de Saúde

Problemas de saúde

Todas as pessoas que já têm históricos de problemas de saúde (doenças) devem pedir recomendações clínicas ao médico.

Quem sofre com dores no coração, por exemplo, precisa identificar a causa e só depois começar a praticar exercícios, se for liberado pelo especialista da saúde. Sabe-se que essas atividades aumentam os batimentos cardíacos, por isso, a recomendação.

Os diabéticos também têm recomendações especificas, assim como todas as outras pessoas que sofrem de algum problema.

O que fazer quando alguém passa mal durante um exercício físico?

Passando mal no exerício

O mais recomendável é parar a atividade física imediatamente.

Se a pessoa é você, tente lembrar-se dessa dica: vá até uma sombra, deite-se, respire fundo, hidrate-se e permita uma recuperação do organismo.

Se você estiver desnorteado, peça para alguém chamar a ambulância ou te levar rapidamente até um pronto-socorro – a hidratação, muitas vezes, deverá ser feita por via venosa.

Por fim, uma dica importante é praticar os exercícios no calor em locais arborizados, onde há academias ao ar livre, por exemplo. Isso ajuda a evitar a incidência direta do sol e aumenta a quantidade de oxigênio no lugar.

Curiosidade – Termorregulação

Exercício físico

O organismo humano tem um mecanismo que tem a função de manter o nosso núcleo a uma temperatura estável.

Quando a temperatura do corpo sobe, o nosso organismo (através do hipotálamo) detecta a elevação da temperatura sanguínea e ordena algumas ações defensivas.

A primeira delas é a transpiração (o suor). Ela nada mais é do que a evaporação sobre a pele – que tem a ver com a dilatação dos vasos sanguíneos.

Após isso, ocorre a vasoconstrição, que é a diminuição do calibre dos vasos. Suar, portanto, é um mecanismo natural corporal.

E isso significa a perda progressiva de água e nutrientes (especialmente o sódio), por isso, a importância de seguir as dicas acima.

Com a perda de água, o corpo sente dificuldades em combater o calor e é isso que causa a desidratação. Quando o calor não pode mais ser eliminado do corpo, ocorrem as lesões pelo calor (choque térmico).

As câimbras são os primeiros sinais de choque térmico, fique atento ao praticar exercícios no calor!

Gostou? Confira também:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz