Outubro Rosa: Saiba como a atividade física ajuda no combate ao câncer de mama

Muitas pessoas não sabem, mas há atividades físicas que podem auxiliar no combate a este tipo de doença que atinge tantas mulheres

Mais uma vez chega o fim do ano e, com isto, o Outubro Rosa, mês de conscientização contra o câncer de mama. De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer) a doença é rara antes dos 35 anos e preocupante a partir dos 50 anos.

Outubro Rosa em combate ao câncer de mama

O movimento Outubro Rosa acontece no mundo todo e começou em meados dos anos 90 nos Estados Unidos como forma de conscientizar homens e mulheres na luta contra a doença. Em Outubro acontecem diversas ações de prevenção contra este tipo de câncer.

No Brasil estas ações em prol do Outubro Rosa começaram em 2002 com iluminação de monumento, prédios públicos e pontes com a cor rosa e esta tradição continua até hoje na maioria das cidades do país.

Outubro Rosa

Com a criação deste movimento, após algum tempo também foi criado o Novembro Azul, mês de conscientização contra o câncer de próstata e também o Dezembro Amarelo, contra o câncer de pele. Com estas ações fica mais fácil informar a população sobre as doenças.

O rosa representa a feminilidade da mulher e a preocupação com sua saúde, conscientizando mulheres jovens e adultas a buscar informação e também demonstrando a importância do diagnóstico precoce da doença.

Sabemos que a conscientização contra o câncer deve ser feita durante o ano todo, mas é em Outubro que as notícias e informações se intensificam e levam mais mulheres à busca por auxílio e informação, principalmente se esta já possui algum caso desta doença em sua família.

Como o câncer de mama se desenvolve

Há alguns motivos que aumentam a chance de desenvolver o câncer, tais como histórico na família, primeira gravidez após os 30 anos e também como a mulher cuida de seu corpo e sua saúde.

Algumas mulheres possuem mais pré-disposição para desenvolver o câncer de mama e há alguns fatores que podem auxiliar e reduzir o risco de desenvolvê-lo, entre eles o acompanhamento médico, alimentação saudável e prática de atividade física.

É importante consultar o médico com certa frequência, principalmente se perceber algo fora do normal. Além disto, realizar o autoexame em casa também é essencial além, é claro, de cuidar com a alimentação.

De acordo com o INCA, uma mulher que possui uma vida saudável, se alimenta bem e se exercita, consegue reduzir em até 28% o risco de desenvolver a doença. Além disto, é bom evitar bebidas alcoólicas, não estar com sobrepeso e não ser uma pessoa sedentária.

Mulher no médico

Pratique atividades físicas e combata o câncer de mama

Praticar atividade física é saudável, prazeroso e pode auxiliar no combate de várias doenças. Há algumas atividades físicas específicas mais indicadas que depois de alguns testes realizados foi comprovado que podem auxiliar no combate ao câncer.

O indicado é praticar alguma atividade física diariamente por pelo menos 1h. Uma pesquisa mostrou que mulheres no período pós-menopausa que praticam caminhada diariamente tiveram uma redução de 14% no risco de desenvolver câncer comparado a outras mulheres.

Além disto, outras atividades com mais impacto como, por exemplo, natação e corrida, são ainda mais eficazes no combate ao desenvolvimento da doença, mostrando uma redução de 25% de risco se comparado com mulheres que não praticam nenhuma atividade física.

Mulher praticando atividade física

Para quem nunca praticou exercícios, é importante começar devagar com atividades leves, lembrando sempre de fazer um pequeno alongamento no início e no final da atividade para evitar lesões.

Se a pessoa não tem tempo disponível para ir à academia convencional, uma dica é começar a praticar exercícios realizando caminhadas diárias ou em uma academia ao ar livre. As caminhadas podem ser feitas em qualquer lugar e a qualquer hora, facilitando sua prática.

Já foi comprovado que realizar algum exercício físico faz bem para o corpo e para a mente também, pois além de auxiliar no combate de doenças, a atividade traz prazer, relaxa e diminui o estresse.

Mulheres que já foram diagnosticadas com a doença e conseguiram a cura, também podem praticar exercícios, mas devem começar de forma gradativa, sempre com acompanhamento médico para saber exatamente o que pode ou não fazer.

Acompanhamento médico

É importantes fazer este acompanhamento para evitar que a doença se desenvolva novamente mas, ao mesmo tempo, faz bem para a saúde da mulher voltar com sua rotina aos poucos.

As mulheres precisam estar atentas aos sintomas do câncer de mama e realizar exames de rotina, além de realizar o autoexame em casa, para se conhecer melhor e verificar se há algum caroço no local. Qualquer alteração ou sintoma, ela deve procurar seu médico o quanto antes.

Nesse Outubro Rosa se conscientize, conscientize sua esposa, filhas e pessoas de sua família, lembre-se que prevenir é o melhor remédio e em caso de dúvida procure sempre seu médico o câncer não é brincadeira e se tratado desde o início tem maiores chances de cura.

Gostou? Leia também:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz