Exercícios Para Terceira Idade: Os Idosos Podem Se Exercitar No Inverno?

Os exercícios para terceira idade podem auxiliar no combate de doenças típicas do inverno, mas precisam de atenção redobrada por conta das baixas temperaturas

Com a temperatura dos termômetros decaindo cada vez mais, é muito comum que os idosos prefiram ficar aquecidos dentro de casa.

No entanto, se você não estiver sofrendo com as dores e doenças sazonais, dá para se aquecer e, de quebra, manter a saúde em dia nas academias ao ar livre.

Em todas as estações, os exercícios físicos para idosos são benéficos. Eles previnem e amenizam doenças desenvolvidas por causa de maus hábitos, evitam perdas funcionais e a atrofia do corpo.

Além disso, os exercícios melhoram o equilíbrio e a flexibilidade, garantem autonomia e independência para o dia a dia, elevam a autoestima e permitem a socialização, aumentando a qualidade e expectativa de vida dessa população.

No inverno, os benefícios dos exercícios para terceira idade são ainda maiores. Nesse período, os idosos ficam com os músculos do corpo mais contraídos e tendem a se movimentar menos, passando a apresentar maior rigidez muscular.

Essa rigidez pode causar dores, resultar em quadros de artrose que costumam se complicar e, ainda, apresentar doenças respiratórias.

A vontade de aproveitar o conforto do lar pode ser maior do que a motivação para ir à academia, mas se exercitar é necessário!

Para sair de casa e enfrentar as baixas temperaturas, tenha em mente a sua meta pessoal e as demais vantagens que os exercícios físicos trazem para as pessoas de idade avançada.

Depois de finalizar o seu treino, você com certeza não se arrependerá de ter praticado e se sentirá muito mais aquecido pelo resto do dia e terá disposição para outras atividades.

Casal de idosos se exercitando

Os exercícios em academias ao ar livre no inverno são benéficos e necessários para a saúde dos idosos.

As dores e as doenças do inverno

Os idosos são mais suscetíveis aos perigos do inverno para a saúde. Espirros, tosse, nariz entupido e dores no peito são sintomas das doenças da estação, como gripes e resfriados, pneumonia, asma e bronquite.

Hipotermia e dor de ouvido também são muito comuns e podem acometer a terceira idade nessa época do ano.

As dores nas articulações também aumentam, pois a temperatura baixa deixa a sensibilidade mais evidente, principalmente em quem já sofre com a artrose.

Outro problema comum durante o inverno é a má circulação do sangue. Isso acontece porque os idosos ficam mais encolhidos, com os músculos contraídos.

Os cuidados para que os problemas de saúde não interfiram no treino dos idosos estão relacionados à boa alimentação, à hidratação frequente e à prática de exercícios.

Além disso, é recomendado evitar ambientes fechados e aglomerados, o que torna a academia ao ar livre uma ótima forma de acabar com as dores.

Idosa deitada na cama com gripe

Os exercícios físicos podem ajudar os idosos no combate de doenças típicas do inverno.

Dicas para o treino da terceira idade

Para que a atividade física praticada pelos idosos durante o inverno não ofereça ricos à saúde e ao bem-estar, é preciso levar em consideração alguns fatores. A seguir, listamos qual é a melhor forma de se exercitar no frio, confira!

– A temperatura ideal para o treino é de 20°C. As temperaturas abaixo de 14°C podem causar vasoconstrição, impedindo que o sangue chegue onde deveria e causando muito frio aos idosos;

– A musculação para idosos só deve ser feita após, pelo menos, 20 minutos de aquecimento. Esse tempo fará com que o seu corpo desperte após passar um bom tempo encolhido devido às baixas temperaturas;

– Prefira mudar o horário do seu treino se costuma praticar muito cedo ou à noite. Entre 10h e 16h o clima fica mais quente, mas o sol não é tão forte, tornando o horário propício para o treinamento. Só não esqueça o filtro solar;

– Use roupas apropriadas para praticar exercícios físicos no frio. Leggings compridas, blusas corta vento, coletes e tênis impermeável são as melhores opções para essa época do ano;

– Mãos, pés e cabeça tendem a sofrer mais com a prática de exercícios no frio. Evite a perda de calor protegendo essas regiões para não ter ressecamento da pele e dores de ouvido.

Casal de idosos correndo no parque durante o inverno

A prática de exercícios no inverno é importante, mas é necessário tomar cuidado com roupas, temperatura e horário.

Três exercícios para terceira idade no inverno

Nessa época, a recomendação é investir nos exercícios de extensão do movimento. O melhor local para praticar esses exercícios nesse período é na academia ao ar livre, pois seus aparelhos ajudam a alongar e ativar as articulações.

Prefira praticar de forma mais lenta do que no verão, com o objetivo de repetir os movimentos para executá-los corretamente, flexibilizando os músculos e adquirindo força.

Idosa em aparelho de academia ao ar livre

No inverno, é recomendado que os exercícios para terceira idade sejam de extensão do movimento.

Pratique na bicicleta das academias ao ar livre

A bicicleta de cadeira serve como um ótimo exercício para terceira idade de aquecimento, pois os movimentos repetitivos lubrificam as juntas e preparam o corpo para a musculação.

Aumente o tempo de prática ao invés da intensidade dos movimentos, assim é possível diminuir o risco de sofrer lesões.

Lembre-se que a parte inferior do seu corpo deve estar protegida do frio, pois elas irão enfrentar o vento durante o movimento.

Aparelho de bicicleta em academias ao ar livre

O exercício na bicicleta sentada irá ajudar no aquecimento e na lubrificação das juntas.

Alongamentos: inclua nos seus treinos

Essenciais para manter o bom condicionamento físico mesmo durante as baixas temperaturas, os exercícios desse tipo vão ajudar no desempenho do treino, além de flexibilizar os músculos retraídos.

Procure realizá-los logo após o aquecimento, alongando diferentes grupos musculares, como tríceps, costas, lombar, quadríceps, coxas e panturrilhas, por pelo menos 30 segundos com ajuda dos alongadores.

Aparelho de alongamento em academia ao ar livre

Os alongamentos ajudam na flexibilização dos músculos e evita acidentes.

Exercício no aparelho de remada

O aparelho de remada presente nas academias ao ar livre exercita a região superior do corpo, principalmente a cintura escapular (ombros, parte superior das costas e atrás do pescoço), onde as dores podem aparecer nesse período.

Para que o equipamento ajude a sanar o incômodo, é preciso realizar o movimento com os cotovelos na altura dos ombros em velocidade lenta.

Idoso utilizando Remada Individual em Academia ao Ar Livre

Os exercícios para terceira idade no aparelho de remada ajudam a exercitar a parte superior do copo.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz